·▼·Hexx·▼· (cryptus) wrote,
·▼·Hexx·▼·
cryptus

  • Mood:

IMPROV_ELECTRIC FARO 2005

CONCERTO IMPROV-ELECTRIC EM FARO A 11-08-2005, REVIEW E IMAGENS

Foi uma grande viagem. Saímos na quarta, já pela hora de almoço e chegámos lá para o fim da tarde a Faro. Conhecemos finalmente o Paulo e o João da Olfacto pela Forma, uma dinâmica organização baseada em Faro que já conta com um grande repertório de actividades realizadas, dentro da música experimental, dança e teatro, além de outras iniciativas e que contam inclusivé com trabalhos premiados por diversas organizações(vide próximas interacções onde poderão fazer stream integral do evento por projecto).

O dia do concerto começou cedo. Infelizmente The Beautiful Schizophonic não pôde comparecer, pelo que a sua apresentação fez-se exclusivamente pelos media (videos) apresentados. Desde as 11h00 da manhã até ás 22h00 foi práticamente non-stop em preparativos. Nervoso miudinho a acumular no estômago, e todas as fibras musculares já doridas de transportar equipamento, ligá-lo, subir escadotes para configurar as luzes, as projecções...todo o processo controlado pelos próprios intervenientes. E correu tudo óptimamente, não poderia ter sido melhor. O auditório do IPJ, com 150 lugares, chegou aos dois terços de ocupação, contrariando as expectativas pessimistas. No geral o ambiente foi positivo, e as actuações originais, surpreendentes, por vezes extraordináriamente físicas. No final um vídeo gravador foi morto á machadada...o seu sangue espalhou-se um pouco por todo o set.

E o line-up definitivo foi

The Beautiful Schizophonic - com dois vídeos da autoria de Jorge Mantas, preparou a audiência para a suprema estranheza que marcou todo o evento, não fosse ele de carácter 'pouco usual'. Algo de aterrorizador caracterizou aquelas imagens, aqueles sons.

Depois Thermidor. Fiquei radiante quando me disseram que atingi nesta actuação o pico de audiência da noite(!). É um som que típicamente será direccionado para abertura de eventos, intros, e que se situou bem no line-up, seguido de:

Nalalana. Surpreendente! Na pessoa de Igor Gagarini, o projecto foi provávelmente a experimentação mais melódica e a composição mais trabalhada da noite. Deliciosamente soturno e bizarro, fez-me lembrar as bandas sonoras das animações polacas e russas do saudoso programa do Vasco Granja (quem não se lembra?). Aqui se cruzou a técnica do clarinete com paisagens de noise, projecções manipuladas do que, vim a saber, eram videos antigos de David Lynch (década de 70). Obscuras sonoridades com reminiscências clássicas.

Raks Remonius - dos organizadores do Festival, esta foi definitivamente a mais provocadora e bizarra actuação da noite. Eu não conseguia parar de rir. Imensas pessoas ficaram extremamente confusas na audiência. Muitas saíram. Eu adorei e achei que honraram, como os Limbo Warriors que se lhes seguiram, o verdadeiro espírito do Improv-Electro. Foi macabro, perturbador (quer visualmente quer auditivamente) e não deixou uma alma indiferente. Os instrumentos acústicos foram construídos pelos actuantes, e ressoou uma voz distorcida de uma forma que eu nunca ouvira, em forma de cânticos demoníacos que distorceram o espaço.

E finalmente os Limbo Warriors - Com influências nítidas de Einstuerzende Neubauten, usaram sons obtidos do esvaziar de sangue de um clister(!) pendurado, amplificados, processados e mataram o video gravador á machadada! Muito improviso que incluiu bateria ao vivo, baixo, portátil, etc. Enérgicos, físicos e bem-humorados finalizaram uma gloriosa noite, uma para as memórias...

Infelizmente á altura só tenho disponíveis as fotos oficiais de Thermidor, que passo a exibir de seguida (reparem entretanto que poderão fazer stream do evento, como mencionado acima, ao seguir a link):




Thermidor - CAT

Thermidor - PAU

Thermidor - ANA

Thermidor - DAV

créditos pelas fotos Pedro Inácio

Agradeço em especial á minha side-kick e fã nr.1 Ana :*****************
e ao David, á Catarina, ao João Marques, ao Paulo, á Andreia, ao Rodrigo, ao João Monteiro, á Thisco, ao IPJ e á Olfacto pela Forma, sem a ajuda dos quais nada disto teria sido possível. Agradeço também aos membros de todos os projectos pelo grande espectáculo, apoio e convivência partilhados.

nota: Este post foi editado 3 vezes até aos 19/8/2005
Tags: live-acts
  • Post a new comment

    Error

    Anonymous comments are disabled in this journal

    default userpic

    Your reply will be screened

    Your IP address will be recorded 

  • 15 comments